A ESPERA DO MILAGRE DA VIDA: ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA PARA PESSOAS BUSCANDO FERTILIZAÇÃO

fertilizacao-in-vitro-orientacao-psicologica-online-motivacao-terapia-de-casal

Muitas mulheres veem seus sonhos de serem mãe interrompidos, seja por um aborto espontâneo, perda pós-parto ou por se depararem com problemas de fertilidade.

Nenhum casal está preparado para enfrentar o diagnóstico de infertilidade, mesmo que este diagnóstico seja transitório.

Quando um casal decide ter um filho não espera se deparar com dificuldades, pois acredita-se que a gestação faça parte do projeto de família e que irá ocorrer com facilidade.

E pensar que a fertilidade não está garantida provoca uma profunda angústia e consequentemente dificuldades no aspecto individual, conjugal e social.

Quero neste artigo  falar sobre aspectos psicológicos e emocionais e explicar como funciona a orientação psicológica online para casais em processo de fertilização in vitro. Tentando assim dar alguma orientação para pessoas e casais nesse processo.

Me acompanhe nessa leitura.

OS PRIMEIROS EXAMES
DO CHECKLIST DA FERTILIDADE

 

Após um ano de tentativas para engravidar naturalmente sem sucesso, o casal deve buscar orientação médica para dar início aos exames chamados de checklist da fertilidade.

Se a mulher tiver mais de 35 anos o casal não necessita esperar um ano, pois como as chances da mulher engravidar a partir dessa idade diminuem o quanto antes puderem investigar maiores serão as chances de sucesso.

AS 3 FASES
DO CHECKLIST DA FERTILIDADE

 

Primeiramente o médico vai fazer uma investigação da história clínica do casal, como quanto tempo estão na tentativa, se já tiveram filhos, perdas gestacionais, cirurgias realizadas, frequência de relação sexual, histórico de infecções urinárias e nos órgãos genitais, doenças tidas na infância, como por exemplo caxumba ou trauma ou torção dos testículos.

No segundo momento a investigação será o exame físico para detectar varicocele ou sinais de doenças sexualmente transmissíveis.

E na terceira etapa que serve para o casal também, serão os exames de sangue que buscam investigar as alterações hormonais.

Terminada a etapa do casal os exames feitos nos homens serão: Ultrassonografia dos Testículos, Espermograma e Biópsia de Testículo. E para as mulheres serão: Ultrassom Transvaginal, Histerossalpingografia e Laparoscopia.

Lembrando que mulheres que não menstruam, ou que tenham um ciclo irregular, Endometriose, Excesso de peso, Estresse muito alto no trabalho e fumam já podem procurar um especialista para fazer uma orientação o quanto antes decidir por engravidar, pois esses fatores dificultam a gravidez. E para os homens, podemos falar da Varicocele como a causa mais comum na infertilidade, tabagismo, excesso de peso e de trabalho.

O EFEITO PROJETIVO:
SÓ A GENTE NÃO CONSEGUE ENGRAVIDAR

 

Quando o casal inicia seu checklist para descobrir o que está dificultando a gravidez, parece que o mundo desaba. Todo mundo a minha volta engravida, menos eu! Essa é uma frase comum entre as pacientes que estão passando pelo tratamento. Sair de casa e ter que lidar com os questionamentos das pessoas se torna uma tortura.

Para onde se olha, encontra uma mulher grávida ou então crianças. As artistas engravidam com a maior facilidade. Elas mal se casam e já aparecem grávidas! Nem ao menos tiveram o 1° filho e já aparecem grávidas novamente. Nos consultórios médicos, as revistas falam sobre gestação, sobre o quartinho novo da filha da fulana…. Até mesmo suas colegas estão ficando grávidas, enfim tudo parece uma conspiração.

Tudo isso ocorre, pois o foco principal é a gestação, então a tendência é prestar mais atenção a esse tema. E com isso o stress aumenta e a sensação que fica é que o grande sonho vai ficando para trás.

 QUANDO A INFERTILIDADE É COMPROVADA 

 

Depois de detectada a infertilidade vem a preocupação em como pagar pelo tratamento, às vezes até como convencer o parceiro, pois alguns são contra o tratamento. E como dar continuidade na vida cotidiana tendo que conciliar exames exaustivos, invasivos e a dúvida de como o corpo vai reagir aos remédios que fazem parte do tratamento.

A vida parece ficar limitada, e nada mais importa. Os investimentos pessoais se fixam na busca pela maternidade e o restante fica paralisado.

Nesse processo surgem muitas dúvidas, sentimentos de impotência, solidão e angústia. Por isso é muito importante o apoio psicológico para os casais e mulheres que estejam passando por qualquer tratamento. É poder usufruir de um espaço para pensar/falar sobre os medos, fantasias, angústias e expectativas do que está vivendo.

O PAPEL DA ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA NESSE PROCESSO

 

E qual seria o objetivo da terapia nesse processo? Possibilitar a esse casal que não obteve um resultado positivo, por exemplo, no tratamento de fertilização, um espaço para poder verbalizar suas frustrações oferecendo  a elaboração e a possibilidade de pensar sobre as perspectivas futuras.

Infelizmente ainda é raro um psicólogo para dar suporte para esses casais dentro de clínicas de fertilização. Geralmente o resultado negativo é dado pelo telefone por uma secretária ou enfermeira que trabalha na clínica.

E como ficam esse casal que investiu todas suas economias, todas suas energias para esse tratamento e deu negativo? Como acolher esse paciente nesse momento de luto?

O que ocorre é que essa lacuna é preenchida pelos Grupos on-line de pacientes, Dr. Google e por colegas de salas de espera dos consultórios de Fertilização, ou seja, sem uma ajuda especializada.

Estudos comprovam que o stress gerado por esses tratamentos influenciam negativamente em todo processo do tratamento. Mas como passar por tudo isso sem se estressar?

fertilizacao-in-vitro-orientacao-psicologica-online-motivacao-terapia-de-casal

10 ORIENTAÇÕES
DE UMA PSICÓLOGA PARA PESSOAS
EM REPRODUÇÃO ASSISTIDA

1
TRABALHE SUA CONCENTRAÇÃO

 

Posso ter parecido muito técnica, mas é bom pensar assim, também. Tente focar em fazer o que realmente depende de você, o resto deixe nas mãos de quem entende.

Vejo muitas mulheres que após serem orientadas pelos médicos durante o tratamento, buscam em grupos virtuais discutir esses procedimentos e acabam ate trocando de medicamentos e protocolos pensando que vão ajudar neste processo. O que é errado, se você confiou nessa clínica deve prosseguir com as orientações dadas até o final.

2
NÃO SE SINTA CULPADA POR NÃO ENGRAVIDAR

 

Muitas mulheres se culpam por não estarem conseguindo o padrão esperado pela sociedade, se sentem envergonhadas e até mencionam ser um castigo divino.

Aceite e foque em entender que não se trata de culpa, mas de busca por soluções, alternativas e aceitação.

3
ASSUMA OS SENTIMENTOS NEGATIVOS

 

Não sinta vergonha de falar sobre a inveja/raiva que sente de ver outras mulheres grávidas. Entrar em contato com o insucesso do tratamento gera muita raiva e inveja das mulheres que conseguem engravidar.

Assumir isso para si mesmo é um grande passo para se autoconhecer e também buscar ajuda. O lado bom e ruim existe em todos nós, mas o que fazemos com eles é o que importa. Por isso o acompanhamento e orientação psicológica é muito importante.

4
ACEITE A ORIGINALIDADE DE SUA HISTÓRIA
E ASSUMA O DESFECHO

 

A sua história não é igual à de ninguém, tente focar em seu tratamento, ele é único! Ficar discutindo protocolos médicos pela internet só trás mais angústias, pois cada tratamento e cada historia é individual.

O que ocorreu com seu colega não necessariamente vai acontecer com você.

5
TENHA OUTROS AFAZERES, HOBBIES E PLANOS

 

Procure não focar somente nesse assunto ficando o dia inteiro lendo na internet e batendo papo em fóruns sobre tratamentos de infertilidade.

Muitas pacientes vivem em grupos nas redes sociais ao invés de procurar uma ajuda especifica. Por um momento pode até trazer alívio para suas angústias, mas depois se torna um vício e quando se dá conta elas passam horas no computador falando sobre o mesmo assunto aumentando a ansiedade e dificultando o próprio tratamento.

Foque em algum projeto que também lhe de prazer. Tente focar em algo como passeios, ler um livro, fazer esportes e não somente respirar a busca pela maternidade. Mudar o foco vai lhe trazer muitos benefícios.

6
DESENVOLVA UMA RELAÇÃO ABERTA COM SEU MÉDICO
E BUSQUE UM PSICÓLOGO

 

Fale com seu médico sobre seus medos e se você não se sente a vontade para fazer perguntas a ele, troque de médico. Muitas pacientes relatam ficar na internet, pois seu médico não é muito disponível em sanar todas as suas dúvidas.

Sempre reforço que se ela não se sente segura que troque de médico, pois o acolhimento é muito importante para o sucesso do tratamento.

Muitos médicos estão focados apenas no tratamento e percebo que as mulheres muito angustiadas por medo, ansiedade, dúvidas sufocam os parceiros e os médicos, o que fazem as vezes eles ficarem estressados e “parecerem” ausentes. Se todo esse processo pudesse ser dividido com um Psicólogo o estresse e as angústias com certeza seriam menores e o sucesso no tratamento poderia vir mais cedo.

7
ORIENTAÇÃO PARA CASAIS HOMOAFETIVOS

Segundo Conselho Federal de Medicina em uma nova Resolução publicada em 2013 foi dado direito aos casais homoafetivos de recorrer a Reprodução humana.

Isso é um marco na história, mas antes de procurar uma clínica o casal deve se informar ao certo sobre todas as regras para os casais femininos e os masculinos e sanar todas as angústias geradas por um novo meio de procriar, pois devemos pensar na  criança que será envolvida na historia do casal.

Filho não é algo simples e deve ser muito bem planejado, pois envolve compromisso e responsabilidade.

8
NÃO JULGUE SEU COMPANHEIRO(A)

 

Não julgue seu companheiro (a) por às vezes “parecer” que ele não se empenha como você! Cada um demonstra seus sentimentos de uma maneira singular e não falar sobre o assunto não quer dizer que ele não esteja sofrendo como você.

Como é a mulher  que passa pela maioria dos procedimentos, e é ela que toma os remédios etc, a grande reclamação é que os companheiros não se esforçam como elas e não é verdade.

Muitos companheiros relatam que precisam ficar mais contidos para que possam suportar a mudança de comportamento delas e dizem não querer deixá-las mais ansiosas com suas angústias e medos também.

9
INVISTA EM SUA RELAÇÃO 

 

Faça programas a dois e resgate sua intimidade enquanto casal, não se conforme apenas com o diagnóstico de infertilidade. Muitas pacientes relatam que transar com hora marcada (coito programado) tira a essência do ato, do prazer e as relações se limitam apenas aos dias férteis, perdendo o encanto do encontro a dois.

E as que fazem fertilização dizem que não fazem sexo mais, pois sabem que não existe mesmo a possibilidade de engravidar. E a cada dia mais o casal se distancia, pois perde a intimidade em vários aspectos.

Conheço várias histórias de casais que tiveram filhos por fertilização ou adotaram e logo após engravidaram naturalmente sem estarem esperando.

10
FAÇA ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO
PARA AJUDAR NO MANEJO 

 

E por último busque ajuda de um profissional especializado. A Orientação Psicológica pode se tornar uma grande aliada para essa dura jornada ser um pouco mais leve!

ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA ONLINE
PARA CASAIS EM PROCESSO DE FERTILIZAÇÃO

 

Muitas mulheres se veem sozinhas nesse processo, pois nem os companheiros aguentam mais elas falarem sobre o tratamento, por isso ter alguém especializado para escutá-la é aliviante.

A orientação para casais que estejam passando pela fertilização ou em busca da maternidade tem o objetivo de aliviar a angústia desse processo e orientar em relação a exames, clínicas e opções para o tratamento. Muitas me procuram, pois estão exaustas e não conseguem saber quando parar, quando partir para novas opções ou até mesmo para mediar os conflitos que surgem dentro do relacionamento.

Precisamos falar!!!! Se você se sente só, incompreendida e precisando dividir suas angústias, venha compartilhar comigo esse momento.

Hoje em dia você pode encontrar a orientação de um psicólogo através de consultas online por videoconsulta. Eu tenho consultório online aqui no Terapia de Bolso e tenho formação e disponibilidade para te ajudar nessa caminhada.

Clique aqui par aconhecer os psicólogos do Terapia d Bolso e agendar uma sessão online.

COMENTÁRIOS

comentários

A orientação de um psicólogo pode te ajudar a superar limites. Consulte um psicólogo online por videoconsulta.