SUPERANDO A DEPRESSÃO: 11 ORIENTAÇÕES DE UMA PSICÓLOGA ONLINE

o-oposto-de-depressao-vitalidade-andrew-solomon

A depressão é um transtorno afetivo, ou seja, um transtorno de emoções. Onde estas ficam fora do controle e a pessoa tende a ser arrastada ou inundada por emoções negativas para o momento. Mas a superação é possível através de tratamento psicológico acompanhado, ou não, de medicamento.

Nesse artigo irei compartilhar algumas orientações sobre o caminho da superação da Depressão, mas desde já lembro que isso não é uma consulta e sim um artigo informativo. Consulte um psicólogo!

Podemos começar informando que a  depressão não é sinônimo de tristeza, são termos diferentes, a tristeza é um dos sintomas de depressão.

A tristeza é uma reação normal e esperada para muitas situações, como a morte de um ente querido, o fim de um relacionamento amoroso, perda do emprego, doença familiar ou consigo mesmo, problemas financeiros entre outros motivos. É completamente normal o indivíduo passar alguns dias ou semanas triste após situações adversas. Isto não é considerado um transtorno depressivo maior.

Na depressão a interferência é nas suas atividades diárias, reduzindo a capacidade de cuidar de si mesmo, atrapalhando relacionamentos, prejudicando suas atribuições profissionais, atividades que eram prazerosas e deixam de ser. Inclui a ausência de planos futuros.

O paciente tem uma diminuição na produção de um neurotransmissor chamado Serotonima, sendo este, responsável pela transmissão de sensações de bem-estar, ativando áreas do cérebro responsáveis por tal prazer.

Existem fatores genéticos envolvidos nos casos de depressão, doença que pode ser provocada por uma disfunção bioquímica do cérebro. Entretanto, nem todas as pessoas com predisposição genética reagem do mesmo modo diante de fatores que funcionam como gatilho para as crises: acontecimentos traumáticos na infância, estresse físico e psicológico, algumas doenças sistêmicas (ex: hipotireoidismo), consumo de drogas lícitas (ex: álcool) e ilícitas (ex: cocaína), certos tipos de medicamentos (ex: as anfetaminas).

Drauzio Varella

PORQUE ALGUMAS PESSOAS A SUPERARAM
A DEPRESSÃO E OUTRAS NÃO?

 

Um dos motivos seria a forma de lidar com as adversidades, existem uma forma diferente de viver e que pode ser alterada a cada momento de nossa vida. O que quero dizer é que os seus pensamentos, comportamentos e atitudes podem ser aprendidos.

Inclusive os seus sentimentos podem ser melhor adaptados em relação a alguma emoção negativa. A forma como surgem os momentos difíceis da nossa vida e a forma como os enfrentamos faz termos maior facilidade em superar ou não a depressão.

Nas pessoas com tendência ao pessimismo ao enfrentar uma perda de emprego, por exemplo, irá dizer eu sou um fracassado (pensamento permanente), abrange toda a sua vida e a única pessoa responsável é você.

Numa pessoa mais otimista pensaria eu tenho a minha responsabilidade, pois naquele momento, não estava conseguindo lidar com determinadas situações que a empresa criou ou modificou (levou em conta o contexto), e eu tenho conhecimento e experiência que me trarão novas oportunidades (não será para sempre).

Para superarmos com maior facilidade os problemas precisamos “alimentar” sempre as nossas forças (virtudes) pessoais. As virtudes pessoais consideradas universais são: a sabedoria, coragem, humanidade, temperança, justiça e transcendência. No caso da depressão, eu indico as forças interpessoais, que envolvem o sentimento de humanidade, a capacidade de demonstrar o amor e receber.

E também uma outra força muito importante é a Transcendência, que envolve a apreciação da natureza, do que é belo. Cultivando a esperança, que significa, acreditar sempre. E o bom humor, leiam o artigo que escrevi anteriormente.

 

 depressao-dicas-de-uma-psicologa-online

11
ORIENTAÇÕES QUE PODEM
AJUDAR A SUPERAR A DEPRESSÃO

1
AUTOACEITAÇÃO 

 

Estar ao seu lado, não se comparando com o outro, aceitar seus pontos fortes e não supervalorizar os aspectos negativos, afinal eles podem ser modificados e melhorados.  Temos que ser gentis conosco, tendo carinho e delicadeza em nossas atitudes.

Nem tudo nos agrada, mas fazendo uma lista de nossas qualidades e comportamentos positivos, veremos que poderemos melhorar a nossa autoestima.

Devemos privilegiar os nossos pontos positivos e melhorar os nossos pontos negativos, nunca seremos perfeitos, mas poderemos conviver com o que há de melhor quando percebemos as nossas melhores habilidades, qualidades, conhecimentos e atitudes.

Nós todos temos qualidades e defeitos, geralmente, enfatizamos muito mais os nossos defeitos que as qualidades, que tal fazermos o contrário. Procure anotar quais são os seus pontos positivos e valorize-os. Para descobrir preste atenção quando alguém o elogia ou em algo que você gosta de você.

Ter uma vida planejada é confortador, mas não é determinante. Precisamos acreditar que o amanhã será melhor e qualquer adversidade que ocorrer será superado. O acreditar em nós é essencial.

2
APRENDA
A VIVER E FOCAR NO PRESENTE

 

Viver o momento presente, estar presente no presente. O que eu peço que faça um teste com você, tentando se concentrar no momento presente, focado no momento atual. Tente não pensar no que houve, ou no que precisa fazer. Ao se propor a fazer uma tarefa se concentre nela e faça só ela. Esqueça o seu celular, na hora do almoço, no momento, se concentre em se alimentar.

Converse descontraidamente com as pessoas, escute-as e responda de acordo com a pergunta. Avalie o seu estado mental em cada momento da sua vida, procure perceber se está realmente, naquele momento ou está vagando por outros pensamentos. Concentre-se neste momento, o agora.

3
DESENVOLVA RESILIÊNCIA:
A CAPACIDADE DE SUPERAR AS ADVERSIDADES COM POSITIVIDADE

 

Favorece muito a superação da depressão quando percebemos e acreditamos na nossa capacidade, para isso precisamos desenvolver a coragem (agir com o coração) para não temer os desafios, e ter confiança na nossa capacidade de enfrentá-los  descobrindo novas formas de lidar com a situação. Uma atitude diferente mediante um acontecimento estressante.

Uma atitude diante de um sofrimento, para que ele não nos sufoque, nos tornando mais tenaz, mais resistentes, fortalecendo a Resiliência, modificando os nossos pensamentos e atitudes. Acreditar que os momentos que passamos de adversidades não são eternos.

4
TENHA UM HOBBY

 

Atividades manuais (crochê, bordado, pintura, entre outros), leitura e tocar instrumentos ajudam a superar o estresse, somando a isso terá uma nova habilidade que deverá ser valorizada por você, e sempre é admirada pelos outros.

Cultivar novas amizades, onde possa conversar e trocar experiências, também é ótimo para vermos os problemas por outra ótica e superá-los.

5
DESENVOLVA
A
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL DO PERDÃO

 

Entender que quem o magoou teve uma limitação do seu entendimento ao lidar com você, e muitas vezes, com ele próprio.

Não precisa esquecer o que foi feito, mas entender que carregar essa mágoa será mais prejudicial a você. Exemplo:  se uma mãe é capaz de perdoar um filho preso por um ato cruel, apesar de toda a educação e valores que ela ensinou e que ele não internalizou e nem valorizou.

O sofrimento ao vê-lo nesta situação, pode levá-la a ficar criticando e julgando ou ela pode perdoar. Se conseguir perdoar, consegue ir visitá-lo e ainda beijá-lo na testa, ou seja, ela não concorda com o que ele fez, mas não esquece que ele é seu filho e precisa do seu perdão. É uma decisão perdoar ou sofrer muito mais remoendo os sentimentos de ingratidão, traição.

Perdoar é você não se obrigar a permanecer numa mesma posição, embora também não signifique o esquecimento. Ele tem o poder de cura, pois ele nos remete a lidar com todos os sentimentos de dor, frustração em relação ao outro ou a nós mesmos. Após esse processo que pode ser lento, poderemos ter sentimentos de restauração, reparação, de acreditar que pode ser modificado e melhorado. O bem que nos faz quando perdoamos é muito maior do que a culpa e os julgamentos que podemos fazer aos outros.

Às vezes, necessitamos nos perdoar a por aquilo que achamos que não fizemos direito, por ter gerado uma culpa, devemos primeiramente, aceitar que erramos, mas reconhecemos e podemos mudar o comportamento.

Leia também o artigo sobre como manter o humor saudável.

6
ENTENDA
O PAPEL DA GRATIDÃO NA SAÚDE MENTAL

 

A gratidão é um sentimento de reconhecimento, uma emoção por saber que uma pessoa ou a vida fez uma boa ação, um auxílio, em favor de outra. Gratidão ocorre sempre que alguém faz algo que o outro gostaria que acontecesse, sem esperar nada mais em troca, e isso faz com que a pessoa que fez a ação se sinta feliz e a que recebeu também.

A gratidão traz junto dela uma série de outros sentimentos, como amor, fidelidade, amizade e muito mais. A pessoa grata, ela se torna mais satisfeita com o que recebe e o que o mundo oferece a ela.

O ato de agradecer as pequenas coisas que recebemos, estimula no cérebro conexões positivas, portanto, ficaremos mais feliz. Nos ajuda a controlar os pensamentos negativos.

O psicólogo norte-americano Martin Seligman
O psicólogo norte-americano Martin Seligman.

Segundo o psicólogo Martin Seligman uma das tarefas que ele propõe no seu livro é você fazer uma carta de agradecimento a uma pessoa importante na sua vida. Faça isso.

Terminar um dia avaliando tudo que recebemos de bom e anotar, aliviará o sentimento de pouco valor. Gratidão fortalece o vinculo com o outro. Como agradecer, elogiando e diminuindo as críticas tanto consigo mesmo como com o outro. Vamos imaginar se ficássemos no presente só com o que agradecemos no dia anterior. Fazer esse exercício também.


DESENVOLVA CAPACIDADES DE
AUTOCONTROLE
EMOCIONAL E COGNITIVO

 

Autocontrole, saber controlar as emoções, os pensamentos, aumentar a sua crítica sobre os seus pensamentos. Como? Pense tudo muda o tempo todo, nem todo dia tem sol e nem chuva, então NADA É ETERNO, isto é, nada é para SEMPRE.

A vida tem alto e baixos, mas somos nós que podemos modificar o ambiente. Energias negativas atraem energias negativas, energias positivas atraem ENERGIAS POSITIVAS.

Cabe a nós a responsabilidade de mudar a energia e os nossos pensamentos.  Na vida, muitas vezes, erramos por falta de conhecimento, as circunstâncias. Todos temos a potencialidade de superar os erros cometidos, temos que ter coragem, ou seja, ser perseverantes, honestos e ter entusiasmo para modificar a situação. Todos os minutos pedem uma nova leitura daquele momento.

Diante de uma situação que venha uma Raiva incontrolável, a primeira coisa que deve fazer é respirar profundamente e soltar o ar lentamente, ou seja, ACALME-SE. Preste atenção no contexto como surgiu a situação, ouça o outro, tente acalmar o outro, dialoguem e o objetivo principal é tomar a solução mais adequada para ambos. CONTROLE-SE.

8
PRATIQUE ATIVIDADES FÍSICAS

 

Aumenta o hormônio do prazer (endorfina). É um antidepressivo natural. Praticar uma atividade física é essencial para todos nós, pois ajuda em todo o nosso corpo. É necessário ter alguma afinidade e para que te traga algum prazer. Caminhadas, andar de bicicleta, natação, dança, jogar tênis,  entre outras.

A prática de exercícios ajuda o cérebro a ter o fluxo de sangue mais regular, aumenta a sua capacidade de lidar com problemas e com o estresse, pois você consegue sair do foco do problema e consegue novas formas de resolvê-lo, tendo uma resposta mais rápida. Além de melhorar a sua aparência física o que pode lhe trazer uma paz ao se olhar no espelho,consequentemente, recupera a sua autoestima.

A atividade física envolve sempre mais pessoas e você se colocando na posição de conhecer pessoas novas, poderá ter novos amigos. Essa dica é curta pra você parar de ler e ir se exercitar logo rsrs.

9
APRENDA A MEDITAR

 

Saber ouvir o que sente, praticando técnicas de meditação, poderá avaliar de forma consciente o que deseja e o que não deseja, dizendo não quando quer dizer não. Uma técnica simples de meditação é você prestar atenção na sua respiração, sem instituir tempo, apenas focar na sua respiração. Claro que você pode se distrair, mas o ideal é que retorne a prestar atenção na sua respiração.

Procure perceber o ambiente, onde está, quais os sons que estão se repercutindo e em você, quais são os sons internos que consegue perceber. Fazendo isto sempre, perceberá o quão quem você é, conseguirá aumentar o seu autoconhecimento.

10
BUSQUE POR AUTOCONHECIMENTO

 

O autoconhecimento é um dos principais ingredientes de uma psicoterapia, e com ele você abre um leque de aprendizados, promovendo uma mudança benéfica a sua vida. Investir em psicoterapia online é a forma mais acessível de se presentear e melhorar a sua saúde.

11
FAÇA TERAPIA

 

O principal objetivo da terapia é ajudar o paciente a passar por momentos difíceis ou por situações de que sozinho não conseguirá suportar, ou apenas para mudar os comportamentos viciantes que não lhe fazem feliz, de uma forma mais eficaz e equilibrada.

Através de técnicas direcionadas e um profissional qualificado terá a oportunidade de melhorar a qualidade no seu desenvolvimento emocional, tornando o mais harmônico.  E caso você esteja em um fase onde não possa sair de casa e horários mais reduzidos  convido você a fazer uma tentativa, venha fazer terapiaonline.

 

depressao-tratamento-psicologico-online-videoconsulta-videochamada-webrtc-videoconferencia

A ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA ONLINE
PODE AJUDAR NA SUPERAÇÃO DA DEPRESSÃO

 

O objetivo deste artigo é uma reflexão e uma forma de ajudar as pessoas que passam por este problema tão sério. Através dessa plataforma, temos a chance de ajudá-lo ainda mais, venha conhecer esta facilidade de atendimento, pois através da videoconferência, terá a possibilidade de ser ouvido sem se preocupar com as críticas ou preconceitos, tendo um atendimento profissional e ético.

Basta clicar no link abaixo para conhecer  a plataforma de atendimento online Terapia de Bolso e agendar uma sessão por videoconsulta. Escolha o horário e siga as orientações para agendar  e terei o maior prazer em ajudá-lo.

Não espere, acredite é possível mudar a situação!!!

COMENTÁRIOS

comentários

Avatar

A orientação de um psicólogo pode te ajudar a superar limites. Consulte um psicólogo online por videoconsulta.