EDUCAÇÃO DE FILHOS E LIMITES: DICAS DE UMA PSICÓLOGA FAMILIAR

birra, educação de filhos, filhos e limites, psicóloga familiar, psicóloga online, terapia online

 

A educação de filhos é um tema que parece simples, mas em verdade é algo extremamente complexo. Por isso buscar orientações de um psicólogo para pensar melhor o tema pode ser a solução para muitas questões incompreendidas. Nesse artigo quero falar da minha experiências como mãe e psicóloga e passar algumas orientações nesse sentido.

Quem é que nunca presenciou esta cena:“uma criança no shopping, numa loja qualquer, de brinquedos ou não, fazendo manhas, se atirando no chão, fazendo de tudo para vencer a batalha, como nos jogos, onde lá quem vence sempre é ela, a criança que pode tudo?” Mas a vida não é assim e por isso alguns limites são  necessários para as crianças, mas claro que precisam ser bem pensados, pois dar limites não é impor nem descontar frustrações pessoais na criança.

A criança sem limite pode sofrer com o passar do tempo e ter prejuízos sociais, no desenvolvimento pessoal, profissional e em relacionamentos. Por isso é importante pensar em limites saudáveis. Ser permissivo é permitir demais não sabendo educar para os limites.

Infelizmente achamos que esse descuidado de alguns pais com os limites dos filhos não seja algo tão frequente, mas é sim. Com a onda que vivemos do excesso de trabalho e falta de tempo, os pais podem sim estar prejudicando de forma assustadora seus próprios filhos sem perceberem, tratando seu bem mais precioso de forma que consumam mais e queiram mais e mais.

A gama de casos clínicos que tenho atendido em consultório onde a criança se apresenta como Sintoma da Família é muito grande e vem ocupando as cadeiras dos atendimentos de forma desesperadora. São pais que chegam com as seguintes queixas: “não sei mais o que faço, meu filho não obedece, ou ainda, a escola me encaminhou porque meu filho tem hiperatividade, fui pegar minha filha na escola hoje (criança com dois anos), as professoras dizem que ela não obedece e ainda atrapalha o ritmo da turma; sem sombra de dúvidas, as crianças denunciam quando lhes falta algo, e esse algo vai além do tempo dos pais.

PROBLEMAS NO COMPORTAMENTO ESCOLAR

 

No início do ano as queixas mais trazidas estão ligadas à escola, não só crianças em fase de adaptação, nos seus primeiros anos da vida escolar, ainda na Educação Infantil, mas pré-adolescentes que são trazidos com princípios de Síndrome do Pânico.

Afinal passaram por uma ou duas escolas pequenas, onde tinham poucos professores e sempre alguém lá que acolhia e qualquer problema como uma certa angústia de ficar separada dos pais, fazia com que alguém ligasse para os pais e eles fossem socorrer o pobre pequeno, tiram as crianças da escola até completar os 6 anos de idade e entrar direto no 1º ano do Fundamental.

Enfim, são os mais variados exemplos, o fato é que pais permissivos causam déficits emocionais em seus próprios filhos, é o excesso de amor ligado à culpa, ao excesso de permissão.

Hoje iremos dar algumas dicas sobre como lidar com esses momentos de birra e insegurança visando que seu filho não venha a ter um emocional fraco e pouco adaptável aos desafios que virão no decorrer da sua vida, afinal, os “Nãos” da Primeira Infância são essenciais para a Vida.

Como toda convivência a relação entre pais e filhos também necessita de acordos, diálogos, compreensão, regras e limites. Vamos dar 4 dicas super práticas para você conseguir aplicar limites positivos e necessários para o bom desenvolvimento dos seus filhos.

limites-para-filhos-pais-e-filhos

5 DICAS
PARA ESTABELECER LIMITES POSITIVOS
NA EDUCAÇÃO DE FILHOS

1
NÃO MISTURE A CRIANÇA COM OS PROBLEMAS DE CASAL

 

Na investigação que fazemos nem sempre pára por ali, depois de muita conversa constatamos que a criança é usada como Arma para muitos conflitos, são usadas para tudo, como problemas até de relacionamento do casal. Por isso é preciso saber separar e alinhar ao mesmo tempo a educação dos filhos com a relação entre os pais.

Saber o limite entre as relações é essencial para cumprir a função de pais e essencial para a criança entender até onde uma coisa pode ir.

2
ESTABELEÇA REGRAS E NÃO PERCA PARA O CANSAÇO

 

A criança vai até onde as regras a deixam ir. Por isso as regras devem ser bem pensadas não deixando a autoridade tornar a dinâmica em ditadura também, devem ser estabelecidas e cumpridas ou logo a criança descobre que as regras são fictícias e que se pode quebrá-la com alguma arte-manha e insistência.

São aqueles que usam o cansaço e vencem mesmo. Não precisam ir para escola quando não querem, choram com frequência, ainda usam fralda, mamadeira, chupeta, ou até mesmo dormem no meio dos pais, ou no quarto dos pais, isso tudo com uma idade bem avançada.

3
PENSE NAS CONSEQUÊNCIAS
QUE SER UM PAI PERMISSIVO DEMAIS
PODE TRAZER PARA O SEU FILHO FUTURAMENTE

 

educação de filhos, filhos e limites, psicóloga familiar onlineMais tarde, quando não podem mais ganhar esses “dengos” começam a querer outros, os quais só aumentam de tamanho e substituem as manhas do pequeno.

Por isso pais que superprotegem produzem uma dificuldade emocional extrema de se lidar com frustrações. A criança cresce sem saber perder esportivamente.

Por isso da importância da criança passar por este primeiro momento da infância e perceber que pode realizar várias atividades sozinho, sem que os pais achem que vão perder o filho, como primeiros dias em escolas, por exemplo; pelo contrário, estarão formando cidadãos de coragem e disciplina.

4
A IMPORTÂNCIA DO NÃO PARA O FUTURO DO SEU FILHO

 

Algo que sempre menciono nos atendimentos de pais é que a criança que não tem contato com o “não”, posteriormente terá maiores dificuldades de estabelecer relações concretas na vida adulta, isso porque a criança denuncia de todas as formas que ele manda.

Os pais permissivos cedem, e a criança não aprende que existe algo mais forte que ela, cresce com esta sensação, sempre consigo tudo, ou quase tudo que desejo.

5
O SIM SÓ TEM VALOR PARA QUEM CONHECE O NÃO

 

A falta de limites implica em falta de estima no futuro, a criança que não convive com os “Nãos”, fica mais vulnerável a desenvolver uma baixa autoestima, isso porque parece poder tudo, e de fato, no momento pode.

Por isso tornar-se-a uma pessoa sem fronteiras e há de repetir isso também futuramente, de alguma forma sofrerá até para superar desafios na vida escolar, acadêmica, profissional e até na familiar, pois ninguém pode tudo.

filhos-limites-como-educar-psicologo-online

 APRENDER A LIDAR COM LIMITES
É
 A BASE PARA A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

 

Na hora de pensar e planejar a  educação de filhos é necessário estar bem ciente e buscar o que se pode fazer para que as crianças tenham um futuro melhor. Se você se preocupa com a educação do seu filho, vale a pena rever a forma com que tem tratado esses assuntos de limites. E devemos entender que se aperfeiçoar, se reciclar é necessário em tudo, no trabalho, na profissão e porque não seria na função de pais?

Atendimento que acontece via videoatendimento pela câmera do seu computador, assim, podemos conversar independente da distância. E ainda poder escolher um horário onde todos estejam juntos.

Veja meus consultório online Terapia de Bolso. Clique e agende uma sessão. (caso não tenha o horário que deseja preencha o formulário de contato no final da página dizendo que horários você precisa que verei o que posso fazer).

E se você se interessa pelo tema educação de filhos e está sempre buscando mais informações leia também nosso artigo 10 dicas sobre como lidar positivamente com o primeiro dia de aula.

COMENTÁRIOS

comentários

Avatar

A orientação de um psicólogo pode te ajudar a superar limites. Consulte um psicólogo online por videoconsulta.