5 ORIENTAÇÕES PARA UMA BOA COMUNICAÇÃO EM REDES SOCIAIS – por um psicólogo online

5-dicas-como-se-comunicar-bem-em-midias-sociais

 

 

O uso de redes sociais tem crescido disparadamente no brasil. Não só a conexão com a internet tem se tornado cada vez mais acessível, como também o tipo de usuário das redes sociais tem se tornado mais diverso no que se refere a idade, gênero e classe social.

O Brasil é o terceiro no ranking de quem passa mais tempo na internet: os brasileiros gastam, em média, 9 horas navegando na web. No que diz respeito ao tempo gasto nas redes sociais, são mais de 3 horas diárias em média de uso do brasileiro.

Dessa forma, a comunicação através dessas redes sociais têm se intensificado e, com isso, se intensificam também os problemas e as dificuldades que surgem por se tratar de uma comunicação diferente da usual conversa cara a cara que estamos acostumados.

As postagens do facebook, os grupos de whatzapp e os

5 ESTRATÉGIAS PARA A CONSTRUÇÃO DA AUTOESTIMA – por Kátia Casellato, psicóloga online

autoestima-psicologa-online

 

A autoestima é um sentimento de valor que cada pessoa tem de si mesmo. Esse sentimento pode ser analisado e resignificado para que sua autoestima volte a crescer. Nesse artigo eu passo 5 estratégias, para você construir um autoestima forte.

Não sabe dizer exatamente se sua autoestima é baixa? Responda as seguintes perguntas:

Muitas vezes você se sente inferior a outras pessoas?
Isso te causa sofrimento?

Consegue identificar de onde vem essa crença de desvalor?

Vem comigo nessa leitura para entender mais e descobrir estratégias para melhorar sua autoestima. Já adianto que confiar no seu potencial, autoconhecimento é fundamental para que sua autoestima e  uma vida mais satisfatória.

 

MAS O QUE É A AUTOESTIMA,
AFINAL?

 

A autoestima é o sentimento de valor que cada pessoa tem de si. São crenças do indivíduo sobre si

MAIS DO QUE AMOR: 8 INGREDIENTES PARA SE CONSTRUIR UM RELACIONAMENTO DURADOURO

relacionamento-duradouro-5-ingredientes-psicologa-online

As uniões formais ou informais, costumam ser cheias de expectativas. Cada um faz um desenho mental do outro e de como será a convivência a dois, morando debaixo do mesmo teto, dividindo cama e não raro, boletos.

Todo relacionamento tem etapas como paquera, namoro, casamento ou união estável. O tempo cronológico de cada etapa é variável, e nem sempre suficiente para o conhecimento mútuo. Muitas surpresas acontecem ao longo do caminho. Porém, quanto mais investimento psicológico na maturidade pessoal, maior as chances de um relacionamento saudável.

A pressa e ansiedade para garantir a argolinha na mão esquerda pode custar caro, quando as descobertas no dia a dia chegam aos limites do arrependimento.

Um relacionamento saudável e duradouro necessita de ingredientes que vão muito além do amor. Recebo em meu consultório casais que se amam e muito. Porém, entram em constantes conflitos e até mesmo brigas e desentendimentos em vários graus, devido à ausência dos

5 DESAFIOS DA MULHER NA SUA JORNADA EMPREENDEDORA

5-forcas-virtudes-que-mulheres-empreendedores-tem-psicologia

Tenho uma paixão pelo empreendedorismo. Desde pequena sempre tive o sonho de empreender, sou apaixonada pelo empreender, há muitos anos  venho estudando e trabalhando em prol do empreendedorismo feminino.

Nesse meio percebi que sempre pensamos e pesquisamos o empreendedorismo encontramos os “famosos” empreendedores bem-sucedidos que têm status de herói em nossa cultura. Muitos deles são homens como por exemplo, Steve Jobs, Bill Gates. Somente a pouco tempo começamos a ouvir falar sobre mulheres empreendedoras.

É claro, que olhando para essas referências vemos uma história leve e maravilhosa, um sonho que se tornou realidade, pessoas bem-sucedidas e cheias de motivação. Mas sabemos que empreender nem sempre dá certo para todo mundo que tem um sonho. Infelizmente não é bem assim que acontece.

Esquecemos que são muitos os desafios que a maioria, pessoas comuns do dia a dia, passam até ter sucesso, serem heroínas de seus negócios. Antes de nos tornarmos grandes empreendedoras, nós lutamos

O QUE É E O QUE NÃO É BULLYING: 5 SITUAÇÕES QUE NOS FAZEM ENTENDER NA PRÁTICA

bullying-o-que-e-o-que-nao-e-psicologo-online-videoconsulta

 

Bullying. Basta apenas pronunciar a palavra para pipocarem as opiniões de prontidão, sacadas, engatilhadas e disparadas com mais velocidade e precisão que as balas de Clint Eastwood nos filmes de velho-oeste: “isso é frescura!”, “no meu tempo não tinha nada disso!”, “qualquer briguinha na escola agora virou um problemão!”.

Bom, velocidade talvez tenham, mas a precisão do lendário “Pistoleiro sem nome” certamente não, afinal, o fenômeno social conhecido como bullying é de fato um problema grave no mundo inteiro.

Uma pesquisa realizada pelas Nações Unidas no ano de 2016 com 100 mil crianças e jovens de 18 países mostrou que, em média, metade deles (no Brasil, um número um pouco menor de 43%) sofreu algum tipo de bullying por razões como aparência física, gênero, orientação sexual, etnia ou país de origem.

Se você se interessa pelo assunto por ser um pai/mãe/responsável